Definindo o tipo do meu veleiro

Definindo o tipo do meu veleiro

Primeiro: definir os Objetivos do Veleiro,

1 – Objetivos do meu veleiro:
Exploração oceânica com estudos científicos e medições de ventos, correntes maritimas, temperaturas, profundidades, densidade da água, Ph, salinidade, microplásticos, vida marinha de superfície e submarina.

Arranjo vélico de fortuna para realizar experimentos com velas adicionais de sobrevivência (vela quadrada por exemplo) na proa ou até na popa

Expedição e exploração em lugares remotos e de acesso difícil para os veleiros com grande calado, o mais baixo calado possível o que nos leva a um veleiro com quilha retrátil

Ancoragem em lugares com pouca água ou na praia para exploração desses lugares, interação com comunidades ribeirinhas e litorâneas pelo mundo

Testes de comunicações com SSB por hardware e por software,mais baixo consumo de combustível possível

Navegação com modernos equipamentos navegação com equipamentos antigos,
navegação antiga sem instrumentos,
Testes de sobrevivência no mar
Observações dda vida marinha
Comunicações CCW e SSB
Ótima autonomia,

Segundo : Analisar os principais tipos de veleiros disponíveis.

Veleiro de Cruzeiro, um Brasília 32

1 – Veleiro de cruzeiro:
Menor velocidade, mais peso, quilha, mastro menores, mais apetrechos a bordo, mais conforto interno, adequado para longas distâncias, pouca tripulação, pode ancorar em locais de difícil acesso (perto de recifes de coral, por exemplo., não são fabricados para andar rápido, o casco, não é projetado para velejar com ventos de proa e sim de popa e de través (os chamados ventos folgados como os ventos alísios), ótima capacidade de armazenar combustível e água, mantimentos e equipamentos diversos, menor autonomia, área vélica menor, na facilidade de manejo das velas onde a maioria das manobras podem ser realizadas de dentro do cockpit, dificuldade de conseguir tripulação nos portos, pois geralmente os comandantes desses veleiros não tem pressa na viagem e os tripulantes voluntários costumam ter pressa de chegar ao destino e isso pode gerar conflito.

2 – Veleiro de Regata:
Projetados para terem o melhor desempenho possível, área vélica maior, mastro mais alto e fina, conforto interno deficiente, pouco peso, no projeto deve-se levar em conta uma relação peso x desempenho muito diferente de um barco construído para cruzeiro, tipo de quilha são geralmente finas e longas (alto calado) e muitas vezes com um bulbo na extremidade, menor autonomia.

3 – Veleiro de cruzeiro rápido:
Mesclam as características de um barco regata com um barco de cruzeiro para que uma travessia oceânica seja feita mais rápida, porém com mais conforto interno e mais segurança, mas necessita uma boa tripulação para manejar o barco com a agilidade necessária.

4 – Veleiro para lazer:
Projetados em duas versões (regata ou cruzeiro) escolhido na hora da compra, ou seja, uma versão para regata, com quilha, mastro e área vélica maiores e aversão para cruzeiro com quilha, mastro e área vélica menores. Ambas versões satisfazem o seu público alvo, com um barco desses muito dificilmente se irá ganhar uma regata ou cumprir um cruzeiro ao redor do mundo com todo conforto interno possível.

Terceiro: Definir sua escolha

5 – Minha Escolha:
Optei pelo Veleiro de Cruzeiro, pois não tenho pressa de chegar ao destino, navegação de acordo com as circunstâncias da viagem, e preciso de um relativo conforto interno e autonomia maior.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *